Vale a pena investir em crowdsourcing de testes? | Crowdtest

Vale a pena investir em crowdsourcing de testes?

out 19

Desenvolver aplicativos móveis, para desktop ou softwares para web, é tarefa que exige por parte do desenvolvedor uma série de cuidados. Mesmo nas empresas que contam com uma equipe especializada de testadores qualificados, não é raro que apareçam problemas quando o produto já está sendo executado pelo usuário, os conhecidos bugs.

Para evitar esse tipo de problema, uma ferramenta que vem sendo muito utilizada é a realização dos testes diretamente com os usuários. É o chamado crowdsourcing de testes. Dessa forma, é mais simples e rápido detectar e corrigir as falhas que possam aparecer.

Equipe de testadores x crowdsourcing de testes

É comum que muitas empresas não tenham disponível o capital necessário para a contratação dos testes para o desenvolvimento de um software ou de um aplicativo móvel, já que isso envolve a contratação de pessoas especializadas para garantir um bom funcionamento e a segurança desses aplicativos ou programas.

Justamente por isso, várias organizações têm investido no crowdsourcing de testes, que é um serviço que usa a opinião das multidões para avaliar a qualidade dos seus produtos.

Dessa forma, as empresas têm os seus aplicativos e softwares testados de vários lugares diferentes, de forma totalmente remota, por usuários reais.

Por que o crowdsourcing de testes é tão interessante?

Ao utilizar o crowdsourcing de testes, é possível ter acesso a diversos tipos de plataformas, sejam elas de navegadores web, sistemas operacionais ou até mesmo de dispositivos móveis.

Por isso, essa ferramenta não demanda um grande investimento ou o uso de equipamentos sofisticados para a validação das aplicações. Assim, o custo-benefício do crowdsourcing de testes acaba sendo bem mais interessante do que ter uma equipe de testadores.

Vantagens do crowdsourcing de testes

1 – Flexibilidade

A comunidade de testadores da Crowdtest, por exemplo, está sempre disponível, 24h por dia, 7 dias da semana. Esse é um item fundamental quando se está com um prazo apertado de validação do aplicativo ou software.

2 – Instantaneidade

O crowdsourcing de testes resulta em projetos finalizados em um curto prazo. Em algumas horas, os testadores reportam dezenas de falhas no sistema apresentado, o que acelera todo o processo.

3 – Testadores reais

O crowdsourcing de testes não é realizado por profissionais em teste de software, mas sim por pessoas reais. Ou seja, a impressão delas sobre os programas e aplicações serão as mesmas dos usuários aos quais o sistema é destinado. Assim, é possível fazer ajustes e melhorias, para atender as necessidades do mercado.

4 – Custo-benefício

Quando o modelo de crowdsourcing é  pay-per-bug, é possível que o cliente pague apenas pelos problemas e falhas encontradas no sistema. Assim, o investimento só é feito no resultado, o que implica em um custo menor do que o modelo padrão adotado pelas empresas tradicionais e fábricas de testes.

5 – Multiplataforma

Os testadores contam com diversos tipos de sistemas operacionais, plataformas e dispositivos para que a aplicação ou software seja testado em um ambiente realista, como será o do usuário comum, quando o produto estiver no mercado.

Ainda tem dúvidas sobre o uso do crowdsourcing de testes? Então veja uma palestra sobre crowdsourcing em testes de software e conheça melhor esse modelo de trabalho!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...